Produções Científicas

Until recently most dietary survey methods have been developed for non‐athletic populations. In this study, we aimed to develop a Food Frequency Questionnaire (FFQ) to assess the regular dietary intake of Brazilian athletes.

Despite the well-documented importance of nutrition in optimizing performance and health, the dietary intake of soccer players has attracted little attention.




To assess how much food supplements contribute to the nutritional adequacy of energy and macronutrients in relation those recommended for athletes.




As lesões musculoesqueléticas são desordens que tem um grande impacto no desempenho e na carreira do atleta e devem ser investigadas na avaliação pré-participação O objetivo do presente estudo foi fazer uma breve descrição dos estudos que se propuseram a investigar a avaliação pré-participação musculoesquelética (APP-ME) de atletas, tema pouco frequente na literatura.



A prevalência de consumo de suplementos alimentares entre atletas tem sido estudada exaustivamente. Contudo, não foi encontrado estudo que reúna e discuta, de forma sistematizada, os fatores que podem desencadear o consumo de suplementos entre atletas. O objetivo foi descrever a prevalência e as características do consumo e compreender quais fatores estão associados ao uso dos suplementos alimentares nessa população específica.

O Questionário de Frequência Alimentar (QFA) é amplamente utilizado na epidemiologia nutricional para investigação da alimentação pregressa. Possibilita analisar relações causais entre alimentação e doença ou distúrbios nutricionais. É empregado na caracterização da dieta habitual de grupos populacionais ou indivíduos, fornecendo informações qualitativas e quantitativas, com a vantagem de ser de baixo custo. Nesta revisão, pretendemos explorar as possibilidades de aplicação do QFA na nutrição esportiva. Observamos na literatura científica atual que os QFAs tem sido aplicado em diferentes ocasiões envolvendo atletas tais como: Ajuste da ingestão dietética em função do volume de treino; Avaliação da influência da dieta em biomarcadores de saúde; Avaliação da ingestão de nutrientes específicos. As informações obtidas com os atuais QFAs aplicados em atletas foram relativamente válidas, porém muito poucos QFAs foram desenvolvidos considerando as particularidades desse subgrupo populacional. Concluímos que o QFA pode ser aplicado de diversas formas no esporte, e pode ser útil como inquérito nas diferentes abordagens nutricionais entre os atletas. Entretanto, para maior confiabilidade das respostas, é necessário o uso de QFAs apropriadamente validados para a população de atletas.

Descrever a prevalência e o perfil de ingestão de suplementos alimentares entre atletas brasileiros. Participaram do estudo 182 atletas de ambos os sexos de 20 diferentes modalidades esportivas. Os atletas responderam a um questionário contendo informações sociodemográficas e esportivas e foram entrevistados quanto ao consumo de suplementos.




Many factors can influence an athlete to consume dietary supplements, such as age, sex and sports, among others. Few studies regarding the prevalence and associated factors are available for athletes, especially in developing countries. The aim of the study was to determine the factors associated with the consumption of dietary supplements among Brazilian athletes.



Football players are subjected to great physiological stress during training. The characteristics of the activity, associated with unfavorable climatic conditions, can lead to intense dehydration resulting in a reduction in physical performance. 



O objetivo foi comparar as medidas antropométricas e o desempenho físico de jogadores profissionais de futebol de diferentes posições de jogo



A boa nutrição é indispensável para preservação da saúde e melhora da performance dos atletas. O objetivo deste estudo foi avaliar a adequação da dieta de atletas de voleibol e propor uma nova dieta, a fim de corrigir desvios alimentares existentes.



Inovação e tecnologia: multiprofissionalismo no esporte através do projeto MEDALHA
Coordenador: Fabricio Cesar de Paula Ravagnani
Integrantes: Christianne de Faria Coelho-Ravagnan, Gianfranco Sganzerla, Matheus Piazzalunga Neivock, Arthur Lima Moreira e Angelo César de Lourenço
Financiamento: Instituto Federal de Mato Grosso do Sul
2018 - Atual

Trata-se de um projeto de característica epidemiológica, que pretende fomentar o espírito investigativo dos alunos do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS) para formação de jovens pesquisadores e de futuros profissionais críticos, humanizado e que saibam trabalhar em equipes multiprofissionais. Para isto, o presente projeto tem como objetivo trabalhar alternativas tecnológicas e inovadoras que possam aperfeiçoar e melhorar a qualidade do trabalho da equipe de saúde do projeto, a saber: criação de banco de dados, softwares, aplicativos e outros dispositivos eletrônicos (ex. fotocélulas e tapetes de contato), por meio da participação dos discentes e docentes do IFMS. Espera-se que o projeto Medalha possa auxiliar os atletas de Mato Grosso do Sul e que ao final deste edital os alunos do IFMS apresentem produtos científicos como trabalho em feiras/congressos e ou patentes de novas tecnologias aplicadas ao esporte.

Multiprofissionalismo no Esporte: Determinantes do Alto Desempenho e Longevidade de Atletas (MEDALHA)
Coordenador: Christianne de Faria Coelho Ravagnani
Integrantes: Fabricio Cesar de Paula Ravagnani, Fabiane La Flor Ziegler Sanches, Joel Saraiva Ferreira, Rafael Aiello Bomfim, SILVIO ASSIS DE OLIVEIRA JUNIOR, Paulo de Tarso Guerrero Müller, JEESER ALVES DE ALMEIDA, Thayana Grance, Eder Rodrigues, ALESSANDRO GOMES, Amanda Cristina Diniz Jarcem, Ana Gabriela PorfÍrio Felix, Ana Vitoria Oliveira Morais de Souza, Bruno Henrique Leite da Silva, Caio Riyousuke Miyada Tokunaga, Karoline Pegoraro da Silveira, Mariana Santos Barbosa, Rayra Tavares Guimaraes, Thayná Gil Santos, Vinicius de Almeida Tonetti, Keemilyn Karla dos Santos Silva e Larissa de Rezende Mendes.
Financiamento: Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
2017 - Atual

A multiplicidade dos fatores ambientais e intrapessoais que contribem para o bom desempenho esportivo e a complexidade das relações entre eles ainda não está totalmente elucidada sendo esse grande desafio para a ciência do esporte. O presente projeto visa identificar os fatores sociais, comportamentais e relacionados à saúde e ao treinamento que influenciam ou estão associados ao desempenho físico, sucesso esportivo e à saúde dos atletas ao longo de suas carreiras no esporte. O presente estudo tem caráter observacional e longitudinal. A cada 3 anos atletas iniciantes (jovens atletas) ou experientes (> 1ano de experiência), de ambos os sexos e, com idades acima de 12 anos, pertencentes a clubes e federações esportivas e competidores de diversas modalidades serão submetidos a testes específicos das áreas de Educação Física, Fisioterapia, Medicina, Nutrição e Odontologia para diagnóstico de agravos à saúde e fatores prejudiciais ao bom rendimento físico. Espera-se que a presente pesquisa nos permita compreender melhor os fatores prognósticos do bom desempenho, do sucesso esportivo e da saúde dos atletas fundamentando assim as políticas/programas públicos ou privados de incentivo a conquista de medalhas no país e a prática clínica dos profissionais envolvidos com o esporte. Além dos inúmeros produtos científicos, este projeto multiprofissional fomentará uma linha de investigação incipiente no Brasil que é a epidemiologia do esporte, permitindo a formação de recursos humanos para o esporte e o surgimento de novos pesquisadores. Ainda, estamos certos de que ampliaremos as possibibilidades dos atletas atendidos atingirem seu potencial físico e, consequentemente, conquistarem resultados expressivos no esporte.

Avaliação do consumo alimentar de atletas
Coordenador: Christianne de Faria Coelho-Ravagnani
Integrantes: Fabiane La Flor Ziegler Sanches, Ana Vitoria Oliveira Morais de Souza, João Vitor da Silva Santos.
2018 - Atual

O presente projeto pretende avaliar o consumo alimentar de atletas buscando detectar inadequações alimentares que possam prejudicar a saúde e o desempenho físico dos mesmos. Serão avaliados atletas adultos, de diferentes modalidades esportivas e federados. Para avaliar o estado nutricional e consumo alimentar será usada antropometria, recordatório alimentar de 24 horas e o questionário de frequência alimentar, um instrumento inédito desenvolvido e validado por nosso grupo de estudos. Espera-se que o presente projeto possa testar o instrumento e melhorá-lo para projetos e pesquisas futuras envolvendo atletas em todo o território nacional.

Comparação do desempenho físico de atletas avaliados em testes físicos gerais e específicos para a modalidade
Coordenador: Christianne de Faria Coelho-Ravagnani
Integrantes: Fabricio Cesar de Paula Ravagnani, HUGO ALEXANDRE DE PAULA SANTANA, SANDER FRIC ZANATTO, VITOR CORDEIRO, DANILO NOGUEIRA COSTA DA SILVA e Gianfranco Sganzerla.
2018 - Atual

A avaliação do desempenho físico é imprescindível para a preparação dos atletas visando os ajustes do treinamento e, consequentemente, o máximo rendimento. As avaliações específicas à modalidade são mais desejadas, pois simulam os padrões de movimento desempenhados durante os treinamentos e as competições. Entretanto, por questões logísticas e de recursos humanos e materiais o projeto MEDALHA utiliza uma bateria de testes comum à todas as modalidades esportivas, não desempenhando avaliações específicas à cada uma delas. Levando isso em conta, a presente pesquisa pretende avaliar e comparar o desempenho de atletas em testes físicos ?gerais? e ?específicos? para a modalidade. Serão avaliados atletas experientes (> 1ano de experiência), de ambos os sexos, com idades acima de 16 anos, pertencentes a federações esportivas do Mato Grosso do Sul e que tenham o esporte como atividade profissional. Os dados de desempenho dos atletas nos testes gerais serão comparados com a performance nos testes específicos (ex. Limiar anaeróbio na piscina e esteira). Espera-se que a presente pesquisa proporcione a iniciação em pesquisa na área de Educação Física e auxilie os estudos epidemiológicos envolvendo atletas que avaliam as associações entre desempenho físico e os diversos desfechos de saúde.

Validação de um questionário de prontidão para o esporte com foco nas lesões músculo-esqueléticas.
Coordenador: Fabricio Cesar de Paula Ravagnani
Integrantes: Christianne de Faria Coelho-Ravagnani, Gianfranco Sganzerla, Luis Eduardo Moraes Sinesio, Eder de Souza Rodrigues, Jiyan Yari, Jean Jackson M dos Santos, Hugo Alexandre de Paula e Maycon Felipe Mota
Financiamento: Instituto Federal de Mato Grosso do Sul
2017 até 2018

O objetivo do projeto foi validar um questionário de prontidão para o esporte com foco nas lesões músculo-esqueléticas. Para tanto, atletas de diversas modalidades foram entrevistados, e passaram por uma bateria de avaliações realizada por uma equipe multiprofissional do projeto Medalha. O Projeto Medalha é uma iniciativa multidisciplinar de pesquisa e extensão que visa a avaliação e o acompanhamento de atletas ao longo da carreira. Além da finalização da primeira etapa da validação do questionário de lesão, o presente projeto trabalhou o desenvolvimento e aplicação de três produtos 1) site para o projeto Medalha; 2) sistema de aplicação WEB para gerenciamento do projeto Medalha e; 3) protótipo para automação do teste de impulsão vertical.

Validação de um questionário de prontidão para o esporte com foco nas lesões músculo-esqueléticas
Coordenador: Fabricio Cesar de Paula Ravagnani
Integrantes: Carlos Alexandre Fett, Christianne de Faria Coelho-Ravagnani, Erasmo Braz dos Santos, Camila Fenanda Costa e Cunha, Albert Bruno Maciel Arruda, José Antonio da Silveira Jr, Allan M Godois, Mariano Martinez Espinosa, Vanessa Behrends Rodrigues, Eduardo Adrião, Zilneia Guimaraes dos Santos Farias, Kelly Oliveira Freitas e Sérgio Itacarambi Guasque Faria.
Financiamento: CNPq - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso - FAPEMAT
2014 até 2018

As lesões esportivas são desordens que tem um grande impacto na performance do atleta. Questionários validados podem ser uma solução de baixo custo e eficientes para triagem de atletas que necessitam de avaliação médica especializada em locais onde haja ausência destes profissionais, o que ocorre na grande maioria das instituições esportivas brasileiras. O objetivo da presente proposta foi desenvolver e validar um Questionário de Prontidão para o Esporte com foco nas lesões músculo-esqueléticas visando seu diagnostico e tratamento, auxiliando pesquisadores e equipe técnica na avaliação desta população. A validação deste instrumento possibilitará a criação de uma linha inédita de investigação no Brasil, voltada à epidemiologia e triagem das lesões músculo-esqueléticas no esporte, permitindo a realização de estudos nacionais e futuramente internacionais que possam acompanhar mudanças nos padrões de avaliação de atletas, treinamentos, horas/treino, relações peso corporal/lesões, número de jogos ou competições/lesões, posição na equipe e número de lesões, e por fim propor medidas preventivas para lesões esportivas de acordo com a modalidade

Validação de um questionário de frequência alimentar para atletas
Coordenador: Christianne de Faria Coelho-Ravagnani
Integrantes: Fabricio Cesar de Paula Ravagnani, Fabricio Azevedo Voltarelli, Fabrizio Luiz Stoppiglia, Christianne de Faria Coelho-Ravagnani, Marcelo Gomes Alexandre, José Antonio da Silveira Jr, Allan M Godois, Mariano Martinez Espinosa, Vanessa Behrends Rodrigues, Hellen Clair Garces Nabuco, Natalia Aguiar Galdino, Caroline Oliveira e Eduardo Adrião.
2013 até 2018

Muitas especulações acerca da nutrição do atleta persistem na área da Nutrição Esportiva, mas ainda sem a devida comprovação científica. A avaliação da dieta consumida habitualmente por atletas é essencial para que se possa estabelecer a relação alimentação-performance e também alimentação-doença (ex.: proteína e nefropatias). Porém, esta não é uma tarefa simples e existe carência de métodos precisos e devidamente válidos que desempenhem esta função. Portanto, a presente pesquisa validou um Questionário de Frequência Alimentar, um instrumento inédito que abordará diferentes modalidades esportivas reunindo indicadores bioquímicos, alimentares e da composição corporal, para acompanhar mudanças em padrões dietéticos e auxiliar pesquisadores e clínicos no atendimento e avaliação nutricional desta população

Últimas entrevistas
teste